ONU emite notas de solidariedade após queda de voo da Egypt Air
BR

20 maio 2016

Agências da ONU e presidente da Assembleia Geral prestaram condolências às famílias e amigos das vítimas; uma pessoa de Portugal estava na lista de passageiros; avião ia de Paris ao Cairo com 66 a bordo quando caiu na manhã de quinta-feira; causas são desconhecidas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, emitiu uma nota expressando “profunda tristeza” com a queda do voo MS804 da EgyptAir e enviou condolências às famílias das vítimas e aos governos e pessoas afetados por esta “tragédia”.

A lista de passageiros inclui uma pessoa de Portugal. O avião ia de Paris ao Cairo com 66 passageiros e tripulantes quando caiu na manhã de quinta-feira. As causas da queda são desconhecidas.

Rápida Resposta

No comunicado, Ban expressou gratidão às equipes das operações de recuperação por sua “rápida resposta”.

Agências da ONU e o presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas também emitiram declarações de condolências às famílias e amigos das vítimas do voo MS804.

Crianças

O presidente da Assembleia Geral, Mogens Lykketoft, expressou “condolências” ao Egito, à França e a todos os outros países que perderam cidadãos na queda.

A declaração menciona que havia três crianças no avião que caiu no Mar Mediterrâneo.

De acordo com o ministro da aviação civil do Egito, entre os passageiros havia 56 egípcios e 15 franceses. Havia também cidadãos do Iraque, Reino Unido, Arábia Saudita, Sudão, Chade, Portugal, Bélgica, Argélia e Canadá.

Investigação

O presidente do Conselho e o secretário-geral da Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, uma agência da ONU, também expressaram profundas condolências às famílias e amigos das vítimas do voo MS804.

Em nota, Olumuyiwa Benard Aliu e Fang Liu declararam que qualquer “acidente ou incidente” que resulte na perda de vida é “sempre uma questão de extrema preocupação para a Icao e toda a comunidade de transporte aéreo”.

Eles afirmaram que a agência vai aguardar os relatórios de investigação para saber mais sobre as causas da queda e trabalhar com a comunidade global da aviação civil em “quaisquer recomendações associadas à mitigação de risco adequadas a seu papel”.

A nota declara ainda disposição da agência em prestar assistência à investigação se for solicitada.

Turismo

A Organização Mundial do Turismo, OMT, expressou “profunda tristeza” com a queda do voo MS 804 da EgyptAir.

O secretário-geral da agência, Taleb Rifai, chamou a notícia de “trágica”  e também enviou suas condolências às famílias e amigos das vítimas.

Leia e Ouça:

ONU vai criar frequência de rádio para detectar sinais de aviões

MH17: "ONU sempre apoiou a busca da verdade" sobre acidente

Sudão do Sul: Missão da ONU apoia ações após queda de avião 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud