ONU marca Dia das Telecomunicações e da Sociedade de Informação

17 maio 2016

Secretário-geral quer investimento em jovens inovadores; tipo de ferramentas é destacado por oferecer soluções para desafios globais;  na data foi assinado o primeiro Convénio Telegráfico Internacional.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Assinala-se esta terça-feira, 17 de maio, o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação.

Em mensagem, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, destaca o domínio pelos mais novos das Tecnologias de Informação e Comunicação, TIC, e apela aos líderes a "investir em jovens inovadores".

Impacto

O chefe da ONU declara que como empresários, os jovens podem ser pioneiros na tecnologia transformadora, criar empregos e beneficiar economias inteiras.

Ban também pediu aos governos, empresas e líderes da sociedade civil que criem novas tecnologias com um impacto social duradouro.

Mudanças

Celebrada pela primeira vez em 2006, a data marca a assinatura do primeiro Convénio Telegráfico Internacional e a criação da União Internacional das Telecomunicações em 1865.

Em todo o mundo, a ONU promove ações para destacar as mudanças impulsionadas pela internet e outras formas de telecomunicação além de abordar temas como o fim da exclusão digital e a promoção da segurança na rede.

Para o chefe da ONU, o TIC podem criar sociedades mais inclusivas para pessoas com deficiência, ajudar crianças a aprender e idosos a manter-se ativos.

Ban apelou ao domínio do poder tecnológico para criar um melhor futuro para todos.

Visão Global

A mensagem destaca ainda que os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pedem especialmente que as TIC sejam usadas para alcançar uma "visão global de uma vida de dignidade para todos".

De acordo com o chefe da ONU, o tipo de ferramentas oferece soluções inteligentes para enfrentar a mudança climática, a fome, a pobreza e outros desafios globais.

Produção

A outra vantagem é serem "instrumentos essenciais para prestar cuidados de saúde móvel e o acesso à educação, ao empoderamento da mulher, melhorar a eficiência da produção industrial e agrícola e a preservação do ambiente".

Ban cita os iniciantes nas TIC e os centros tecnológicos do setor por promoverem soluções inovadoras e práticas que podem contribuir para o crescimento inclusivo.

O representante lembra que pequenas e médias empresas representam mais de 90% do total das companhias mundiais e são "um caminho para o combate à pobreza" para muitos países em desenvolvimento.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud