ONU teme que crise política no Brasil prejudique democracia
BR

22 março 2016

Escritório de Direitos Humanos da ONU preocupado também com círculo vicioso que pode levar à perda da credibilidade dos poderes Executivo e Judiciário; governo e partidos precisam cooperar com investigações.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório de Direitos Humanos da ONU está preocupado um possível “círculo vicioso” sendo criado no Brasil, colocando em risco a credibilidade dos poderes Executivo e Judiciário.

Nesta terça-feira, em Genebra, o porta-voz Rupert Colville alertou que tal possibilidade poderá gerar “sérios danos de longo prazo” ao país.

Cooperação

O representante do Escritório de Direitos Humanos falou na preocupação com o aumento do “debate acirrado e politizado” que tem predominado no Brasil nas últimas semanas.

Rupert Colville declarou que o apelo da ONU vai para o governo e para políticos de outros partidos: que cooperem totalmente com as autoridades judiciais que investigam as alegações de corrupção, e ao mesmo tempo, evitem qualquer ação que seja uma tentativa de obstruir a justiça.

Constituição

As Nações Unidas também pedem às autoridades do Judiciário que ajam de forma meticulosa, seguindo as leis doméstica e internacional e que evitem tomar posição política.

O porta-voz Rupert Colville lembra que o Brasil teve várias conquistas democráticas nos últimos 20 anos, sendo governado por uma Constituição que fornece fortes garantias de direitos humanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud