Ciclone Winston matou 36 pessoas nas ilhas Fiji
BR

24 fevereiro 2016

Agência humanitária da ONU afirmou que duas pessoas ainda estão desaparecidas; 35 mil pessoas estão em centros de abrigo de emergência, dezenas de escolas foram destruídas ou danificadas e as colheitas foram totalmente perdidas nas áreas mais atingidas.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, afirmou que o ciclone Winston, que atingiu as ilhas Fiji durante o fim de semana matou pelo menos 36 pessoas, duas estão desaparecidas.

Segundo a agência da ONU, 35 mil pessoas estão abrigadas em 424 centros de emergência montados para proteger a população da tempestade.

Escolas

As autoridades disseram que 97 escolas foram destruídas ou danificadas na passagem do ciclone de categoria 5, o mais forte a atingir a região, com ventos de 320 Km por hora.

O Ocha afirmou que a tempestade destruiu completamente as plantações nas áreas mais atingidas no leste da região, como no arquipélago de Koro.

A agência declarou que, atendendo a um pedido do governo, enviou uma equipe de coordenação para ajudar nas operações de resposta de emergência.

Leia Mais:

Unicef preocupado com crianças e mulheres grávidas nas ilhas Fiji

Mulheres e crianças têm 14 vezes mais chances de morrer em desastres

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud