Iraque declara Estado de emergência por causa de chuvas em Bagdad

10 novembro 2015

Ocha alerta que mais de 80 mil deslocados internos foram afetados por enchentes em acampamentos para estas pessoas; cheias prejudicaram campanha de vacinação em várias regiões.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Iraque declarou Estado de emergência em Bagdad devido às cheias causadas por fortes chuvas na capital iraquiana. Mais de 80 mil deslocados internos e refugiados foram afetados pelas tempestades.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, alertou que as áreas alagadas representam um risco de saúde pública. As organizações parceiras do setor de saúde aumentaram a vigilância devido ao potencial  de aumento nos casos de cólera.

Fundos

A agência da ONU informou que recebeu menos da metade dos quase US$ 500 milhões pedidos para cobrir as operações humanitárias até dezembro.

Segundo o Ocha, a resposta ao surto de cólera está a ser prejudicada pela falta de fundos.

O último boletim do escritório humanitário mostra que mais de 2,4 mil pessoas em 15 das 18 províncias do Iraque contraíram a doença desde o início da epidemia, em setembro.

Em outubro, as autoridades deram início a uma campanha de vacinação para alcançar 250 mil iraquianos deslocados internos e refugiados sírios em mais de 60 acampamentos.

Atraso

O Ocha informou que as fortes chuvas e as cheias nos arredores de Bagdad e na própria capital atrasaram a vacinação em algumas áreas, mas as equipas de saúde conseguiram chegar à maior parte dos locais até agora.

As cheias causaram problemas nos setores de esgotos e saneamento, que ficaram alagados e de energia elétrica. Vários geradores de eletricidade estão debaixo d’água.

O Ocha referiu que 400 mil pessoas precisam urgentemente de abrigos e 780 mil não têm os suprimentos básicos para sobreviver durante o inverno. Pelo menos 8,7 milhões precisam de assistência humanitária no país.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud