Sustentabilidade e Inclusão: temas do Dia Internacional das Pessoas Idosas
BR

1 outubro 2015

De acordo com o chefe da ONU, o número de pessoas com 60 anos ou mais vivendo nas cidades deve subir para mais de 900 milhões até 2050.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

“Sustentabilidade e inclusão da idade no ambiente urbano” é o tema do Dia Internacional das Pessoas Idosas deste ano. A data é celebrada nesta quinta-feira, 1º de outubro.

Em mensagem, o secretário-geral da ONU afirmou que o tema destaca a necessidade de tornar cidades inclusivas para pessoas de todas as idades.

Habitat III

Ban Ki-moon mencionou a Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Habitat III, que acontecerá em Quito, em outubro de 2016, como uma oportunidade para o avanço de ações neste sentido.

Segundo o secretário-geral, tornar cidades inclusivas para pessoas idosas significa “gerar oportunidades para sua participação econômica e social em ambientes seguros e acessíveis”.

Ele afirmou que também significa fornecer habitação assim como serviços sociais e de saúde.

Contribuição

Na mensagem, Ban declarou ainda que no 25º aniversário da data, reconhece que as pessoas idosas têm um enorme valor na sociedade e fazem contribuições significativas para o desenvolvimento global.

De acordo com o chefe da ONU, o número de pessoas com 60 anos ou mais vivendo nas cidades deve subir para mais de 900 milhões até 2050. Isso vai representar um quarto do total da população urbana em países em desenvolvimento.

Ban lembrou a adoção da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável e,  no Dia Internacional das Pessoas Idosas, pediu a governos que tornem cidades e assentamentos urbanos inclusivos, resilientes e sustentáveis para que ninguém seja deixado para trás, independente da idade.

Leia Mais:

OMS alerta que número de pessoas com mais de 60 vai dobrar até 2050

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud