No Paquistão, Guterres discute retorno de milhões de afegãos ao seu país

22 junho 2015

De acordo com o Acnur, território acolhe população refugiada em situação mais prolongada do mundo; cerca de 1 milhão de afegãos vivem em situação irregular no país vizinho.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados está desde esta segunda-feira no Paquistão, numa missão de Solidariedade no Ramadão.

No país asiático, António Guterres deve agradecer às autoridades de Islamabad pela solidariedade nos 35 anos de acolhimento da população refugiada que está em situação considerada "uma das mais prolongadas do mundo".

Repatriamento

Na sua sétima visita ao Paquistão enquanto ocupa o cargo, Guterres deve acompanhar a maior operação de repatriamento do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur. A medida envolve cidadãos do Afeganistão.

Desde 2002, mais de 3,8 milhões de refugiados afegãos retornaram ao seu país a partir do vizinho Paquistão com o apoio da comunidade internacional.

Guterres deve visitar a província de Khyber Pakhtunkhwa, que hospeda o maior número de refugiados afegãos. No país, o chefe do Acnur também deve contactar doadores, parceiros das Nações Unidas e ONGs.

Reintegração

Um outro tema a ser tratado durante a visita é o caminho a seguir em relação às soluções e à gestão dos refugiados afegãos, incluindo as perspetivas do seu regresso e reintegração a longo prazo.

A agência da ONU ressalta ainda que a questão está ligada à capacidade de absorção do Afeganistão e ao desenvolvimento.

Afegãos no Paquistão

O Paquistão e o Irão acolhem 95% dos 2,6 milhões refugiados afegãos fora do seu país por mais de três décadas. Desse número, os paquistaneses acolhem 1,5 milhões de refugiados do Afeganistão.

Estima-se que dois terços destes estejam a viver em áreas urbanas ou rurais e o resto em aldeias de refugiados. O Paquistão tem cerca de 1 milhão de afegãos em situação irregular.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia Mais:

Deslocados e refugiados atingem recorde de quase 60 milhões

Acnur lança campanha do Dia Mundial dos Refugiados

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud