Combates no Mali violam cessar-fogo, diz Conselho de Segurança

1 maio 2015

Países-membros pedem compromisso dos envolvidos no processo de paz e o respeito às suas obrigações; expectativa é que proposta de acordo seja assinada em meados de maio.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O surto de violência iniciado na quarta-feira no Mali ameaça minar o processo de paz, advertiram esta sexta-feira os Estados-membros do Conselho de Segurança.

Em nota, o grupo expressa profunda preocupação com os atos e exige o fim imediato das hostilidades. O documento faz menção a ataques que "violam o cessar-fogo", ocorridos nas áreas de Menaka, Goundam e Léré no norte.

Rebeldes Armados

Agências de notícias informaram que as populações têm receio de ataques rebeldes, após um agravamento de combates em várias áreas. Nos últimos dois dias, as forças de paz repeliram duas agressões levadas a cabo por um grupo "fortemente armado" de milícias que se fazia transportar em camiões.

Os membros do Conselho de Segurança instam às partes envolvidas a demonstrar o seu compromisso com o processo de paz e a respeitar as suas obrigações no âmbito do acordo de cessar-fogo de maio passado.

Os Estados-membros manifestaram a sua intenção de avaliar os próximos passos a serem dados após as violações e os acontecimentos no terreno.

Compromissos

Aos envolvidos, incluindo os grupos armados integrados na chamada Coordenação, o Conselho pediu compromisso contínuo com o processo de paz.

As partes também foram aconselhadas a continuar o "empenho construtivo e a vontade política sustentada na boa-fé" com o apoio da mediação internacional. O grupo destaca que a  meta é que seja assinado um projeto de acordo sobre a Paz e Reconciliação na capital maliana Bamaco, no dia 15 de maio.

Leia Mais:

Secretário-geral muito preocupado com ataques contra a ONU no Mali

Especialista condena violações em massa dos direitos humanos no Mali

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud