Workshop da Unido em Bissau promove uso de energias renováveis

11 março 2015

Capital da Guiné-Bissau a receber encontro sobre alternativas aos sistemas de eletricidade rural; Unido lança projecto de promoção de investimentos no sector para ajudar 6,5 mil pessoas na região de Bafata.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, Unido, está a promover um workshop sobre energias renováveis na capital da Guiné-Bissau.

O foco da reunião apoiada pelo governo são mini-sistemas para eletricidade rural na África Ocidental. Em Bissau, o workshop, que termina na quinta-feira, busca reforçar as capacidades das agências de energia e do sector privado para que possam instalar e manter mini-sistemas de energia renovável, como a energia solar.

Metas

A Unido apresentou uma proposta para aumentar os investimentos no sector, dentro das 15 nações da Comunidade dos Países de África Ocidental, Cedeao. O grupo tem uma meta de fornecer sistemas de energia limpa a 25% da população rural até 2030 e por isso o workshop busca também atrair financiamento do sector privado.

Também em Bissau, a Unido e o Ministério da Energia e Indústria lançaram oficialmente um projeto de promoção de investimentos em tecnologias de pequena e média escala para o sector de energia elétrica da Guiné-Bissau.

Custos

Os participantes visitaram um projecto híbrido na vila de Bambadinca, na região de Bafata. Com apoio da União Europeia e da Unido, o projecto irá fornecer serviços de eletricidade para cerca de 6,5 mil pessoas e ajudar a ampliar a produtividade em áreas agrícolas.

O gerente do projeto pela Unido, Martin Lugmayr, declarou que a Guiné-Bissau tem forte dependência na geração de diesel e que os custos de energia e as tarifas para os consumidores no país estão entre as mais caras da África Ocidental.

Outro problema, segundo Lugmayr, é o que ele considera ser uma “crise crónica de energia, que afecta o desenvolvimento social e económico do país”. Por isso, com intervenções em tecnologia e capacidade de desenvolvimento, o projecto irá ajudar o sector energético da Guiné-Bissau a seguir um caminho mais sustentável.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud