Queda nos preços dos alimentos está relecionada à baixa do petróleo

9 janeiro 2015

Informação foi do representante da FAO em Portugal e junto à Cplp; em entrevista à Rádio ONU, Hélder Muteia também falou do Ano Internacional dos Solos.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A baixo no preço do petróleo teve influência na queda dos preços dos alimentos em dezembro de 2014.

A informação foi dada à Rádio ONU pelo representante da FAO em Portugal e junto à Comunidade de Países de Língua Portuguesa, Cplp, Hélder Muteia.

Petróleo

Nós temos uma ligeira tendência de queda no último mês e digamos que o maior fator foi a baixa do preço do petróleo. Isto fez com que o comércio de alimentos ficasse muito mais fácil e o processamento também, mais barato, digamos. E temos, assim, um fator que fez com que houvesse um abaixamento no preço dos alimentos nos últimos meses, depois de cerca de três meses de estabilidade”.

O Índice de Preços dos Alimentos de dezembro de 2014, publicado nesta quinta-feira pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, aponta uma queda no preço destes produtos face ao mês anterior.

Ano Internacional dos Solos

Muteia também falou sobre os principais objetivos para o Ano Internacional dos Solos, celebrado em 2015.

“É alertar para a importância dos solos, representam um elemento essencial da base de recursos que sustenta a vida no planeta. E também despertar a consciência principalmente dos decisores políticos e do público em geral para a importância dos solos. E também ajudar a desenhar políticas, programas, projetos e ações concretas no campo da preservação do recurso solo. E promover o investimento porque muitas vezes nós tomamos o recurso solo como um dado adquirido e esquecemos de investir para sua regeneração e a sua recuperação.”

Ele disse ser preciso também providenciar “dados, estatísticas, estudos e tendências” sobre a utlização e disponibilidade dos solos existentes. Muteia disse ainde ser importante promover “cooperação e colaboração” nesta área.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud