Exclusiva: António Gumende fala sobre atuação de Moçambique na ONU em 2014

26 dezembro 2014

Embaixador moçambicano junto às Nações Unidas afirmou que o ano que se encerra foi de bastante trabalho para o seu país nos trabalhos de cooperação em Nova Iorque.

António Gumende comentou o papel de intermediação de Moçambique no contexto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, para resolver a crise política na Guiné-Bissau.

Para o representante de Moçambique na ONU, a nova fase democrática da Guiné-Bissau abre uma janela de oportunidades para cooperação bilateral e Sul-Sul entre os países lusófonos.

Ele citou a possibilidade de Moçambique vir a cooperar na área económica com a Guiné. Ao falar do novo ano para o seu país, citou a tomada de posse do próximo presidente, Filipe Nyusi.  Gumande afirmou que o país está em grande expectativa para a investidura.

Ao ser perguntado sobre a cooperação com outros países de língua portuguesa na área de mineração e exploração dos recursos naturais que foram descobertos em Moçambique, Gumende mencionou a já existente parceria com o Brasil e também Portugal além de outras nações.

Ele encerrou falando sobre a atuação de Moçambique na ONU em 2015, quando o país deverá se empenhar ativamente na nova agenda de desenvolvimento sustentável que deve ser aprovada em setembro de 2015.

Acompanhe a conversa com Mônica Villela Grayley.

Duração: 13’52”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud