Brasil entre 13 países que vão receber prêmio da ONU pelo combate à fome
BR

28 novembro 2014

Progressos feitos pelo país, como a diminuição do número de famintos, serão reconhecidos ao lado de iniciativas da Etiópia, Irã, Malásia e México; cerimônia será na sede da FAO, em Roma, no próximo domingo.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Brasil é um dos países que já atingiu o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de número 1: reduzir pela metade o número de pessoas famintas em seu território até 2015 e reduzir a pobreza extrema.

Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, o Brasil saiu do mapa da fome: atualmente, são 3,4 milhões de brasileiros que sofrem com a insegurança alimentar, ou seja, não recebem comida suficiente.

Reconhecimentos

Num relatório divulgado pela agência da ONU em setembro, é destacado que a pobreza extrema no país caiu de 14% para 3,5% entre 2001 e 2012 e o número de desnutridos diminuiu para menos de 5%.

Por esses avanços, o Brasil está entre 13 países que vão receber um prêmio da FAO, que está reconhecendo os progressos de combate à fome. A cerimônia será na sede da agência, em Roma, no domingo.

O diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, vai entregar o prêmio para a ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Além do Brasil, os outros países que vão ganhar o reconhecimento da agência são: Camarões, Etiópia, Filipinas, Gabão, Gâmbia, Ilhas Maurício, Irã, Kiribati, Malásia, Mauritânia, México e Uruguai.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud