Ban manifesta expectativas sobre decisão de cortes de emissões da UE

24 outubro 2014

Até 2030, União Europeia quer baixar em 40% os níveis dos gases de efeito de estufa de 1990; secretário-geral enaltece líderes do bloco por “visão, liderança e compromisso” para alcançar o pacto.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

O secretário-geral das Nações Unidas reagiu com um “elogio vigoroso” à decisão da Comissão Europeia de diminuir em 40% as emissões de gases de efeito estufa em relação aos níveis de 1990.

Os países do bloco concordaram em atingir o valor até 2030, segundo um acordo anunciado na manhã desta sexta-feira em Bruxelas.

Medidas Ousadas 

Para Ban Ki-moon, a decisão vai levar a contribuições tangíveis e significativas para o esforço coletivo de manter o aumento da temperatura a menos de 2 graus Celsius neste século.

O chefe da ONU realça que a decisão demonstra a liderança global contínua do bloco de 28 países em tomar medidas ousadas para enfrentar a mudança climática.

Resultado

Pelo que o responsável chamou de  'meta ambiciosa de redução de emissões ', Ban saudou a “visão, liderança e compromisso” que tornaram o resultado positivo.

Na mensagem, Ban enaltece o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso e o Comissário Europeu do Clima, Connie Hedegaard.

Necessidades Globais 

Para o secretário-geral, com a adoção da meta, a UE demonstra que é do seu próprio interesse abordar as necessidades globais do clima a longo prazo.

Ban defende que a decisão também vai definir um novo padrão para a ambição de todos os países em relação ao clima em apoio às próximas negociações globais.

Os países foram instados a agir de forma rápida e corajosa sobre as alterações climáticas, além de fazer todos os esforços para chegar a um acordo climático ambicioso até o final de 2015.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud