Ex-produtores de coca na Colômbia exportam cacau para a Europa
BR

18 agosto 2014

Primeiro carregamento foi para fábrica de chocolate francesa; escritório da ONU apoia projeto com objetivo de reduzir a dependência econômica da produção de coca.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York*.

Projetos de desenvolvimento alternativos fornecem a pequenos agricultores fontes de renda a fim de reduzir sua dependência à produção de plantas de coca.

Na Colômbia, o projeto Montebravo, apoiado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, junta 11 associações de agricultores locais. Ele exportou suas primeiras 12 toneladas de cacau para a fabricante de chocolate francesa Valrhona.

Sustentabilidade

O carregamento foi resultado do trabalho de mais de 1,2 mil famílias. Elas substituíram cultivos ilícitos por uma fonte de renda legal.

O projeto faz parte do programa Forest Warden Families do Unodc. O objetivo é fomentar o uso sustentável e produtivo das florestas e, ao mesmo tempo, aprimorar a segurança alimentar.

Segundo a agência da ONU, esta abordagem tem impacto imediato no bem-estar das famílias. O projeto Montebravo, concebido para reduzir a dependência econômica da produção de folha de coca na região, administra cerca de 1,7 mil hectares de cacau.

Os produtores incluem membros do grupo indígena Kuna e pessoas deslocadas.

Alternativa

O Unodc ajuda os Estados membros no desenvolvimento de políticas de controle que previnem e reduzem o cultivo de drogas ilícitas, como coca e a papoula de ópio.

De acordo com a agência da ONU, sem alternativas viáveis, agricultores em algumas comunidades pobres e isoladas cultivam plantações ilícitas. Isso acontece pela renda insuficiente gerada por atividades legais, falta de acesso a mercados, conflitos, terras improdutivas e ausência de infraestrutura básica.

*Apresentação: Edgard Júnior.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud