Para Ban, “ensinamentos eternos de Buda podem guiar governos”
BR

12 maio 2014

No dia do Vesak, celebração do ano novo budista, secretário-geral da ONU relembra mensagens sobre “paz, compaixão e amor”; Ban Ki-moon diz que lições deixadas por Buda podem ajudar a comunidade internacional.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Os budistas comemoram esta terça-feira o ano novo, no dia do Vesak, que celebra o nascimento, a iluminação e a morte de Buda.

O secretário-geral da ONU aproveitou a ocasião para destacar que a organização está unida a milhões de pessoas, budistas e não-budistas, para refletir sobre a vida e os ensinamentos de Buda.

Compaixão

A mensagem de Ban Ki-moon para o Vesak destaca que os valores do mestre religioso ensinam a todos como “abrir os corações e abraçar todos os membros da humanidade, em especial os mais necessitados”.

Ban cita que os “ensinamentos eternos” de Buda sobre “paz, compaixão e amor” podem guiar governos e ajudar a comunidade internacional. Segundo ele, isso pode servir de inspiração para se lidar com os desafios do mundo nas áreas de paz, segurança, desenvolvimento e proteção do meio ambiente.

O chefe da ONU destaca que em todos esses setores, é preciso ir além dos interesses próprios, pensar e agir como integrantes de uma única comunidade global.

No dia do Vesak, Ban Ki-moon defende o trabalho conjunto pelo bem comum e pela melhoria de toda a humanidade. Ele também deseja que o Dia de Buda seja “memorável e alegre”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud