Unicef investe na recreação para ajudar a superar trauma infantil na Líbia

3 março 2014

Em entrevista à Rádio ONU, diretor da agência no país explicou o conceito dos espaços que devem permitir  socializar e desenvolver a vertente do conhecimento.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, anunciou um investimento em 13 centros de recreação infantil para proporcionar espaços seguros e pacíficos no cenário pós-conflito na Líbia.

Falando à Rádio ONU da capital, Trípoli, o diretor da agência no país, Carel de Rooy, disse que uma das metas é abordar a situação de trauma, três anos após o início da revolução.

Violência

“A Líbia continua instável e com incidência da violência que as crianças estão testemunhando. Por um lado, estamos tentando de uma forma parcial lidar com a questão do trauma. Brincar é uma das formas de superar traumas. Socializar e desenvolver a parte cognitiva também são os outros objetivos que se buscam alcançar com esses espaços que estamos criando para as crianças da Líbia”, disse.

Em 2011, o Unicef e o Ministério da Administração Local assinaram um acordo para a instalação, manutenção e operação de centros de recreação nas 13  diferentes áreas do país. A implantação faz parte do trabalho de desenvolvimento pós-revolucionário.

Desenvolvimento

A agência da ONU refere que a Líbia tem muito poucos recintos públicos para as crianças brincarem, além de parques geralmente pouco seguros ou adequados. O Unicef realça a importância dos jogos no desenvolvimento físico, emocional, social e intelectual das crianças.

No âmbito do projeto, foi igualmente reafirmado o compromisso de auxílio ao governo líbio para o estabelecimento de uma sociedade onde todas as crianças e jovens tenham as mesmas oportunidades e direitos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud