Pedro Pires: “Mandela tinha visão clara do que queria para África do Sul”

6 dezembro 2013

Primeiro encontro entre antigos líderes ocorreu há mais de meio século; ex-líder cabo-verdiano fala do herói sul-africano como mentor do grupo de antigos presidentes de África e da sua última visita na África do Sul.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O antigo presidente de Cabo Verde, Pedro Pires, disse que o falecido líder sul-africano, Nelson Mandela, tinha uma visão muito clara do que queria para a África do Sul. O ícone da luta contra o apartheid morreu, esta quinta-feira, na sua residência em Joanesburgo, aos 95 anos.

O primeiro encontro entre ambos ocorreu em Marrocos, em 1962, na sede da extinta Conferência das Organizações Nacionalistas das Colónias Portuguesas.

Generosidade

Nesta entrevista à Rádio ONU, da Cidade da Praia, o antigo líder cabo-verdiano disse que Mandela, a quem visitou ainda este ano, representa a generosidade em pessoa.

“Em Mandela vejo, sobretudo, um grande homem de Estado. Uma pessoa muito lúcida com uma visão muito clara do que queria para a nova África do Sul - não racial e chamemo-lo uma democracia progressista, onde todos pudessem viver na paz e igualdade. De modo que é essa qualidade de homem de Estado e com uma grande estatura internacional.”

Antigos Presidentes

A visão de novo mundo também é apontada como marca de Mandela, que  foi o mentor do grupo de antigos presidentes do seu continente. O também conhecido como grupo de anciãos integra líderes africanos, incluindo Pedro Pires.

“Ele era o nosso patrono do Fórum África dos Antigos Presidentes é dirigido hoje pelo presidente Chissano (antigo estadista de Moçambique.). Tivemos oportunidade de he prestar a devida homenagem e de lhe desejar saúde de modo que a questão que creio que devemos ter em conta dos wise men, penso que são recursos apreciáveis que toda a gente devia utilizar porque com a idade com o temo a gente torna-se mais sábios e temos outra visão de um perverso de 50 anos.”

Prisão

Pires disse que seguiu a trajetória de luta de Mandela juntamente com os seus companheiros no âmbito da luta anti-apartheid, desde a sua prisão na década de 60.

Detido durante 27 anos, Mandela liderou a transição da África do Sul do regime de minoria branca nos anos 90.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud