Ban diz que mundo avançou mas ainda precisa prevenir HIV/Aids
BR

1 dezembro 2013

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas marcam neste 1º de dezembro o Dia Mundial da Luta contra a Aids. Em mensagem, o Secretário-Geral Ban Ki-moon destacou os progressos no combate e prevenção à doença.

Ban lembrou que o mundo deve atingir a meta de 15 milhões de pessoas recebendo tratamento antiretroviral até 2015. Mas segundo ele, algumas regiões e países ainda estão atrasados para alcançar este objetivo.

Grávidas

Numa mensagem de vídeo para marcar o Dia, o chefe do Unaids, Michel Sidibé elogiou o programa brasileiro de combate ao HIV. Ele disse que a iniciativa “foi além da proposta da OMS para levar tratamento a todos.”

Já o Secretário-Geral afirmou que para criar condições para uma geração livre da aids, os países precisam aumentar os esforços para impedir a transmissão vertical, da mãe para o bebê, garantindo ainda o acesso e tratamento para todas as grávidas soropositivas.

Discriminação

Ban citou ainda iniciativas para eliminar o estigma e a discriminação principalmente a violência contra as mulheres.

O Secretário-Geral agradeceu as ações de parceiros do Fundo Global de Combate à Aids, à Tuberculose e à Malária. Ele disse que muitos países de rendas baixa e média aumentaram suas contribuições, mas ainda há muito o que fazer para eliminar a doença.

Leia e ouça mais sobre o tema:

Entrevista de especialista da OMS sobre aumento de infecções com HIV entre adolescentes.

Vídeo com história de soropositivos em várias partes do mundo.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud