ECA pede melhor sistema de previsão e vigilância do tempo para África

2 julho 2013

Em encontro que junta cientistas de todo o mundo, entidade propõe maior abrangência na gestão de riscos; grupo foi proposto a incentivar trabalho de cientistas do continente.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário executivo da Comissão Económica da ONU para África, ECA, defendeu a necessidade da implementação e da melhoria dos sistemas de previsão do tempo e de vigilância para o continente.

Carlos Lopes disse que com tais medidas, as populações poderão gerir e traduzir as vulnerabilidades mais críticas em oportunidades nos setores sensíveis ao clima.

Cientistas

O representante falava, em Addis Abeba, num encontro que junta cientistas integrados no Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, Ipcc. O chamado Grupo de Trabalho III  estará reunido até a próxima sexta-feira.

Para a ECA o desafio não é apenas o de prevenir impactos climáticos atuais e a forma como estes são distribuídos nos  diferentes escalões dos grupos sociais.

Potencial

A proposta é implementar estratégias abrangentes de gestão de risco a curto, médio e longo prazos além de executá-los de forma a aumentar o potencial de proteger os grupos de pessoas e os países mais vulneráveis.

Atualmente, as emissões per capita da África estão calculadas, em média,  em menos de um sexto em relação as dos países industrializados, refere a ECA.

Efeito de Estufa

Para Lopes, provas recentes apontam para a probabilidade de que as emissões de gases de efeito estufa dos países em desenvolvimento, possam superar às das nações desenvolvidas na primeira metade deste século.

O representante refere que a África do Sul é o único Estado africano que faz parte das estatísticas que incluem nações como Brasil, China, Índia, México e Turquia.

Lopes aplaudiu os esforços do Ipcc para incentivar o envolvimento de cientistas africanos no processo de revisão e dar crediblidade à sua investigação. Para ele, as medidas podem convencer os líderes de decisão, da possibilidade de as descobertas científicas robustas poderem apoiar as soluções.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud