Universidade de Coimbra torna-se Patrimônio Mundial da Humanidade
BR

22 junho 2013

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, inseriu a Universidade de Coimbra, em Portugal, em sua lista de Patrimônios Mundiais da Humanidade.

O anúncio foi feito neste sábado em Phnom Penh, capital do Camboja, onde acontece a 37ª. sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da agência.

Palácio Real

Fazem parte da Universidade de Coimbra, a Catedral de Santa Cruz, que data do século 12, e várias faculdades do século 16. O Paço Real da Alcáçova abriga a instituição portuguesa desde 1537. Uma outra atração da Universidade de Coimbra é a Biblioteca Joanina admirada pela riqueza barroca.

Segundo a mídia portuguesa, a inserção do sítio à lista encerra uma campanha de 15 anos para tornar a Universidade de Coimbra, Patrimônio Mundial da Humanidade.

Além da Universidade foram adicionados à lista, cinco outros sítios incluindo Fujisan, considerado um local sagrado e fonte de inspiração artística, no Japão.

O Centro Histórico de Agadez, no Níger; Sítio Arqueológico de Al Zubarah, no Catar; Cidade Portuária Histórica de Levuka, Fiji e Estação de Red Bay, no Canadá.

A 37ª. sessão do Patrimônio Mundial da Unesco termina no próximo dia 27, no Camboja.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud