Na África, Bachelet quer mais participação feminina na política e na economia
BR

7 janeiro 2013

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.   

A subsecretária-geral da ONU, Michelle Bachelet, começou uma viagem oficial de uma semana à África Ocidental pedindo uma participação mais ativa das mulheres em várias áreas de decisão da sociedade.

Michelle Bachelet está visitando projetos para aumentar a autonomia feminina na economia e na política.

Pauta

Na visita de sete dias ao Senegal, ao Mali e à Nigéria, a chefe da ONU Mulheres irá conhecer iniciativas de consolidação da paz que envolvem a participação feminina.

A violência contra a mulher também está na pauta de Bachelet, que deve tratar do tema com chefes de Estado além de altos funcionários de governos dos três países.

A ex-presidente do Chile se reúne ainda com líderes da sociedade civil, acadêmicos e representantes do setor privado.

Crianças

No Mali, Bachelet terá encontros com mulheres que tiveram que fugir da escalada da violência em regiões do norte do país africano.

Em novembro, a chefe do ONU Mulheres discursou no Conselho de Segurança da ONU pedindo à comunidade internacional que adote medidas mais específicas para proteger mulheres e crianças da violência.

No Senegal e na Nigéria, Michelle Bachelet deverá enfatizar a urgência da participação feminina na economia e nos processos de decisão política em áreas urbanas e rurais.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud