Maria da Penha participa de evento com sobreviventes da violência feminina
BR

14 dezembro 2012

Biofarmacêutica fala, por videoconferência, em fórum sobre estratégias para combater agressões a mulheres em todo o mundo.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU está reunindo até esta sexta-feira um grupo de mulheres que sobreviveram à violência feminina. O fórum para discutir estratégias de combate ao problema pretende colocar as sobreviventes no centro do diálogo.

A biofarmacêutica Maria da Penha fala aos participantes através de videoconferência. A reunião está sendo organizada pela entidade ONU Mulheres.

Crime

De acordo com a agência, a violência a meninas e mulheres se tornou uma “pandemia”, e precisa de estratégias claras para ser eliminada.

Cerca de 603 milhões de mulheres vivem em países, onde a violência feminina não é caracterizada como crime.

Segundo a ONU, sete em cada 10 mulheres são vítimas de alguma forma de violência.

As discussões servirão como base para a próxima sessão da Comissão das Nações Unidas para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação a Mulheres, Cedaw.

Além de Maria da Penha, o fórum na ONU conta com sobreviventes da violência na Turquia, na Colômbia, na Austrália, na Bulgária e nos Estados Unidos.

O fórum será encerrado nesta sexta-feira com um discurso da diretora-executiva da ONU Mulheres, e ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud