Nações Unidas saúdam 20 anos de paz em Moçambique
BR

4 outubro 2012

Fim de 16 anos de conflito entre governo e antigos rebeldes terminou com a assinatura de um pacto em Roma; Ban Ki-moon realça compromisso da ONU com o país africano lusófono.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU enviou “felicitações calorosas” ao Governo e ao povo de Moçambique pelos 20 anos de paz, celebrados neste 4 de outubro.

Em mensagem, Ban Ki-moon reitera o compromisso das Nações Unidas em continuar a trabalhar pela nação africana de língua portuguesa.

Desafios

O Acordo Geral de Paz, assinado em Roma, marcou o fim de 16 anos de conflito entre o governo e os antigos rebeldes do movimento Resistência Nacional Moçambicana, Renamo.

 Falando à Rádio ONU, em Maputo, a representante das Nações Unidas em Moçambique, Jennifer Topping, realçou os desafios do período pós-conflito.

“Moçambique tem maturidade em termos de paz. Então, o nosso foco é trabalhar a nível local, social e juntamente com o governo, e continuar o espírito de diálogo sobre as necessidades sociais para as populações locais.”

Missão da ONU

Na nota, o Secretário-Geral lembrou o papel desempenhado, no começo dos anos 90, pela Operação das Nações Unidas em Moçambique, Onumoz. Segundo Ban, a missão deu apoio à implementação do Acordo e  ajudou a estabelecer “as bases para uma paz duradoura.”

Ban Ki-moon elogiou o país pela consolidação da democracia e realçou os esforços para atingir a inclusão social, o desenvolvimento sustentável e a autonomia das mulheres.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud