OMS envia especialistas para apoiar combate à ébola na RD Congo

5 setembro 2012

Número de casos confirmados chega a 28 com 14 óbitos na província de Oriental; no distrito ugandês de Kibale já não há registo de doentes.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, enviou epidemiologistas e especialistas em logística para ajudar a conter o surto da febre hemorrágica de ébola na República Democrática do Congo, RD Congo.

Além de apoiar na resposta ao surto, o grupo deve operar na informação pública e na mobilização social, em colaboração com o Ministério da Saúde e outros parceiros nas áreas de vigilância e de coordenação.

Mortes

As autoridades indicam que 14 mortes já foram relatadas no distrito de Haut-Uélé na província  Oriental, desde esta segunda-feira. Até então, 28 casos foram confirmados. Entre os mortos estão três profissionais de saúde da região de Isiro.

A agência diz não haver qualquer relação entre o surto atualmente ativo na RD Congo e os casos surgidos, no princípio do mês passado, no distrito ugandês de Kibale, onde já não ocorrem infeções.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud