Enchentes na Coreia do Norte desabrigam 63 mil pessoas
BR

3 agosto 2012

Segundo o Ocha, fortes chuvas e a passagem do ciclone Khanun fizeram pelo menos 100 mortos; Unicef fornece pastilhas para purificação de água e kits de nutrição para crianças.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 As enchentes e o ciclone Khanun, que atingiram a Coreia do Norte nas últimas semanas, deixaram cerca de 63 mil pessoas desabrigadas e pelo menos 100 mortos. A afirmação é do Escritório para Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha.

O governo fez um pedido à ONU de entrega de material de emergência, para aliviar as necessidades com comida e combustível. Segundo o Ocha, equipes visitaram algumas das áreas afetadas e notaram que acesso à água limpa e a cuidados de saúde continuam sendo prioridade.

Doenças

Já o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, está enviando ao país 10 milhões de tabletes para purificação de água, como explica de Genebra o representante da agência, Patrick McCormick.

Segundo Patrick McCormick, existe a preocupação com a possibilidade das crianças beberem água contaminada. Por conta das inundações, sistemas de abastecimento de água na Coreia do Norte pararam de funcionar, por isso o cuidado em fornecer água potável e evitar doenças.

Esforços

O Unicef também está entregando kits sanitários, de saúde, material para educação e recreação e fornecendo alimentação especial para as crianças.

As agências da ONU lembram que a Coreia do Norte sofre há anos com a escassez de comida. Por isso, os esforços do governo, das Nações Unidas e de ONGs “são essenciais para conter o recente desastre.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud