Annan “seriamente preocupado” com intensificação da violência na Síria
BR

11 junho 2012

Ambos lados do conflito agravaram ataques, segundo informes; grande número de civis sitiados em meio a bombardeios recentes.

[caption id="attachment_215813" align="alignleft" width="350" caption="Annan: "seriamente preocupado""]

Camilo Malheiros Freire, da Rádio ONU em Nova York. *

O enviado especial da ONU e da Liga Árabe à Síria alertou para o aumento “seriamente preocupante”da violência no país.

Agências de notícias indicam que dezenas de pessoas morreram em bombardeios na província de Homs, neste fim de semana.

Ataques

Em nota à imprensa, publicada nesta segunda-feira,  Kofi Annan  citou relatos de que tanto as forças do governo quanto as da oposição intensificaram seus ataques.

Annan apontou em especial para os bombardeios recentes em Homs, e para o uso de morteiros e tanques no vilarejo de Al-Haffa. Relatos indicam que há grande número de civis sitiados nessas localidades.

Acesso Imediato

Annan exigiu que ambos os lados do conflito assegurem que civis não sejam feridos. Ele pediu também que os observadores militares da ONU tenham acesso imediato a Al-Haffa.

A ONU estima que mais de 10 mil pessoas, a maioria civis, já morreram no país desde o começo das revoltas populares pedindo fim ao governo do presidente Bashar al-Assad, há mais de um ano.

Observadores militares servindo a Missão de Supervisão da ONU na Síria, Unsmis, estão no país para monitorar e apoiar o plano de paz apresentado em março por Kofi Annan.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud