Banco Mundial financia e aponta expectativas para economia de São Tomé e Príncipe

2 abril 2012

País de língua portuguesa recebe US $4,2  milhões; Instituição diz que é  tempo para acelerar reformas para a diversificação económica.

[caption id="attachment_207502" align="alignleft" width="350" caption="Foto: UN PHOTO"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial aprovou a concessão de US $ 4,2 milhões para São Tomé e Príncipe e revelou que espera acelerar as reformas com vista à diversificação da economia e apoiar o crescimento económico do país num contexto mais amplo.

Em comunicado, a agência refere que, apesar das previsões de exploração do petróleo, os sectores prioritários de investimento são os da educação, saúde e agricultura, com vista ao fornecimento de serviços básicos às populações.

Programa

O valor faz parte da primeira de três tranches como parte do programa denominado Operações de Desenvolvimento da Governação e Competitividade.

O objectivo é o “fortalecimento das instituições são-tomenses para mitigar os efeitos dos choques internos e externos e aumentar a resistência, eficiência e transparência na despesa pública. A instituição defende, igualmente, a necessidade de melhorar a política ambiental para promover a competitividade e as oportunidades de emprego no país de língua portuguesa.

O valor, equivalente a 2% do Produto Interno Bruto de São Tomé e Príncipe, junta-se aos US$ 4,14 milhões já investidos pela instituição no Projecto de Adaptação as Mudanças Climáticas e aos outros US$ 8,6 milhões concedidos para o Apoio Social ao Governo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud