Preço dos alimentos subiu pela primeira vez em seis meses

9 fevereiro 2012

O índice de preço dos alimentos da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação registou um aumento de quase dois por cento, ou quatro pontos, entre dezembro e janeiro deste ano; uma subida registada ao mesmo tempo que se afirmava a alta no preço do petróleo.

[caption id="attachment_211330" align="alignleft" width="350" caption="Aumento no preço dos alimentos "]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O índice de preço dos alimentos calculado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, FAO, registou um aumento de quase dois por centro entre dezembro e janeiro desde ano.

De acordo com a FAO, esta é a primeira subida desde julho de 2011. A organização indicou que os preços de todas as comodidades agrupadas no índice registaram subidas devido ao aumento do preço do crude. Na lista estão incluídos os cereais, acúcar, produtos lácteos e a carne.

Aumentam Colheitas

No entanto, tendo atingido 214 pontos do índice, o aumento manteve-se sete por cento abaixo do recorde atingido em janeiro de 2011.

Este aumento regista-se numa altura em que se espera uma alta nas colheitas mundiais e melhoria da situação dos estoques em todo o mundo.

Mau Tempo

De acordo com a FAO, os fatores metereológicos e o preço do crude reflectem-se nos preços dos alimentos. E as previsões apontam para que o mau tempo afete algumas colheitas importantes este ano, em especial nas principais regiões produtoras agrícolas.

E o receio de que seja registada uma redução nas exportações dos Países Independentes da Commonwealth também influencia os preços.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud