ONU condena onda de violência no Iraque

5 janeiro 2012

Em comunicado, representante da ONU ao país condenou de forma veemente série de ataques a bomba; pelo menos 68 pessoas morreram nas últimas 48 horas.

[caption id="attachment_209695" align="alignleft" width="350" caption="Martin Kobler"]

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

As Nações Unidas condenaram de forma veemente, nesta quinta-feira, a série de ataques a bomba que matou dezenas de pessoas no Iraque nas últimas 48 horas.

Uma das explosões registou-se em Baqouba, outras atingiram a capital, Bagdá, e Nasíria. De acordo com as agêncais e média locais, pelo menos 68 pessoas morreram.  O Iraque tem sido palco de múltiplos ataques à bomba nas últimas semanas.

Apelo

Em comunicado, o representante do Secretário-Geral para o Iraque e chefe da Missão da ONU no país expressou preocupação sobre esta forma de  violência contínua. De acordo com Martin Kobler, a maioria das vítimas é civil.

Kobler indicou ainda que todos os iraquianos devem trabalhar juntos para colocar “um fim aos crimes hediondos que são cometidos contra o povo do Iraque.”

O representante da ONU pediu aos civis para permanecerem firmes perante aqueles que “usam a violência na sua pior forma tentando impedir o Iraque de atingir o sucesso enquanto nação democrática, estável e segura”.

*Apresentação: Joyce de Pina

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud