Unctad adverte que austeridade fiscal atrasa recuperação

20 dezembro 2011

Medidas económicas podem abrir portas a novas crises; esta é a principal conclusão do relatório 2011 sobre o estado da economia mundial.

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, sobre o estado da economia mundial sugere que medidas de austeridade fiscal podem gerar novas crises.

O documento “Problemas das Políticas Económicas no Mundo depois da Crise”, deixa advertências sérias sobre a forma como as estratégias económicas nacionais, regionais e internacionais estão a afectar o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável.

Volatilidade

O relatório, de 2011, analisa as tendências da economia mundial global e individuais, por nações.

Uma das chamadas de atenção apontam para a volatilidade dos preços das commodities, de primeira necessidade, desde a viragem do milénio. O documento sublinha o aumento, em média, de 12,2 por cento nos preços dessas mercadorias, anualmente, entre 2001 até 2010. Neste caso, o arroz  registou uma média de aumento de 15 por cento.

O relatório também destaca a crescente proeminência das economias dos países em desenvolvimento no mercado global. Entre 2009 e 2010, essas nações representaram mais de 70 por cento das exportações mundiais no que toca a vegetais, gordura e óleo, cobre, vestuário feminino, crude ou tecidos de algodão, por exemplo.

Euro

O professor de Economia, Renato Baumann, falou à Rádio ONU, de  Brasília, como a crise de Portugal está a afectar as relações económicas com os países lusófonos.

“Quando se criou o euro, um dos resultados importantes foi a geração de um mercado bastante líquido para papéis da América Latina e das ex-colônias. Nós todos nos beneficiamos bastante disso. Os países de língua portuguesa, historicamente, têm mais negócios com Portugal. Estas linhas de crédito têm diminuído de forma importante por causa dos ajustes nas economias internas destes países”.

O relatorio da Unctad analisa, de forma periódica, as tendências da economia mundial e estuda as estratégias de desenvolvimento e os problemas de dívida externa.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud