Pnud ajuda projeto para redução de CO2 emitido por setor de transportes na África do Sul

15 dezembro 2011

Projeto serve para reduzir de modo considerável as emissões de CO2 em sete localidades do país; o Mundial do Futebol 2010 foi uma oportunidade para melhorar o sistema nacional de transportes.

Susete Sampaio, da Rádio ONU em Lyon.

O setor dos transportes é a segunda maior fonte emissora de gases de efeito estufa na África do Sul. Um país onde os habitantes usam os carros particulares e os táxis miniautocarros para deslocações normais.

As áreas urbanas sul-africanas têm fraca densidade habitacional e as distâncias percorridas em viagens são longas, o que afeta principalmente a população de classe baixa.

Infraestruturas

De acordo com comunicado emitido na semana passada, o Programa da ONU para Desenvolvimento, Pnud, vai ajudar a implementar um projeto nessa área, destinado a sete cidades sul-africanas de pequena dimensão.

As cidades vão dispor de novas estradas de velocípedes, para circulação de peões e ciclistas.

Atualmente, 70% dos lares sul-africanos não têm acesso a veículos particulares e dependem dos transportes públicos, na sua maioria dos táxis miniautocarros.

Esses veículos garantem 63% das deslocações públicas de trabalho, enquanto os autocarros garantem uns 20%.

Estima-se que o uso de combustível pelo setor nacional de transportes possa registar um aumento de 54% entre 2005 e 2015, e de 60% na década seguinte até 2025.

De modo a reduzir esse valor de carbono emitido e contribuir para o novo projeto, o Fundo Global para o Meio Ambiente, GEF, forneceu um financiamento de US$ 11 milhões.

O Departamento de Transportes da África do Sul usou o Mundial de Futebol 2010, como oportunidade para melhorar o sistema nacional de transportes.

Na altura, a implementação de duas estruturas de autocarros permitiu o transporte de espetadores do Mundial.

Agora o mesmo sistema foi aproveitado para o transporte comum de passageiros.

Se o projeto for repetido noutras cidades do país, as poupanças poderão atingir o equivalente a 2 milhões de toneladas de CO2.

A redução de emissões de gases de efeito estufa é estimada em 423 mil toneladas de CO2 por um período superior a 10 anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud