Ban pede ao Irã que investigue ataque à Embaixada da Grã-Bretanha
BR

30 novembro 2011

Declaração foi feita durante viagem à Coreia do Sul, onde Secretário-Geral se encontrou com representante do governo britânico.

[caption id="attachment_206410" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, afirmou que está “chocado e ultrajado” com o ataque à Embaixada da Grã-Bretanha em Teerã, capital do Irã.

Em nota, lida pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon pediu às autoridades iranianas que investiguem como um incidente desta natureza pôde ter acontecido, e que tomem medidas para que o problema não se repita com outras embaixadas.

Sequestros-Relâmpagos

Segundo agências de notícias, o ataque ocorreu nesta terça-feira, quando centenas de manifestantes invadiram o prédio, realizaram sequestros-relâmpago do pessoal da embaixada e danificaram o edifício.

Ban Ki-moon fez a declaração durante um encontro com o secretário britânico de Estado para Desenvolvimento Internacional, Andrew Mitchell, na Coreia do Sul.

Ban também elogiou a decisão do Conselho de Segurança de condenar o ataque à Embaixada.

O incidente ocorreu após o governo britânico ter anunciado sanções ao Irã por causa do programa nuclear do país.

Ainda de acordo com agências de notícias, nesta quarta-feira, a Grã-Bretanha deu ordem para o fechamento imediato da Embaixada do Irã em Londres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud