Unodc diz que crime organizado lavou US$ 1,6 trilhão em 2009
BR

25 outubro 2011

Quantia equivale a mais de R$ 2,7 trilhões; 20% deste total vieram do tráfico de drogas.

[caption id="attachment_206766" align="alignleft" width="350" caption="Quantia representa 2,7% do PIB mundial"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

Um relatório das Nações Unidas sugere que redes criminosas conseguiram lavar o equivalente a mais de R$ 2,7 trilhões, em 2009, no mundo.

De acordo o levantamento, divulgado nesta terça-feira, 20% deste montante vieram do tráfico de drogas.

Esforços

As informações constam do documento compilado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc.

A quantia representa ainda 2,7% do Produto Interno Bruto, PIB, global.

Pelo relatório “Estimando o fluxo financeiro ilícito e resultado do tráfico de drogas e do crime organizado transnacional”, os esforços para capturar ações de lavagem de dinheiro continuam baixos.

Em todo o mundo, menos de 1% deste tipo de transação é descoberto.

Investidores Estrangeiros

O chefe da agência da ONU, Yuri Fedotov, disse que a repressão à lavagem de dinheiro ainda é uma tarefa difícil.

Ele lembrou que o dinheiro ilícito ajuda a promover corrupção, e em alguns casos a financiar atividades terroristas. O problema ainda afasta investidores estrangeiros.

O Unodc está realizando um encontro com mais de 1 mil participantes sobre corrupção em Marrakesch, no Marrocos. A reunião termina nesta sexta-feira.

*Apresentação: Leda Letra

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud