Libertados funcionários do PMA na Etiópia

30 junho 2011

Desaparecidos a 13 de Maio, os dois trabalhadores já foram levados para a capital etíope, Adis Abeba, onde recebem tratamento médico.

 

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

O Programa Mundial de Alimentação, PMA,  confirmou esta quinta-feira a recuperação de dois dos seus funcionários locais. Ambos tinham desaparecido após um incidente na região etíope da Somália a 13 de Maio.

Em comunicado, a agência confirma que os funcionários foram levados para a capital do país, Adis Abeba, onde recebem tratamento médico, aconselhamento antistresse e reuniram com as suas famílias.

Trabalho Conjunto

De acordo com o PMA, o desfecho foi resultado trabalho conjunto com o sistema das Nações Unidas e autoridades locais e regionais com vista à libertação dos dois homens.

A agência, que distribui alimentos a cerca de 90 milhões beneficiários em 70 países, realça a necessidade de garantir melhor segurança do pessoal da ONU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud