Christine Lagarde é eleita primeira mulher a chefiar o FMI
BR

28 junho 2011

Ministra francesa das Finanças começará no posto no próximo dia 5; ela venceu o chefe do Banco Central do México, Agustín Carstens na disputa final.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O Fundo Monetário Internacional elegeu, nesta terça-feira, a primeira mulher para liderar o órgão: a francesa Christine Lagarde.

Ela substituirá o ex-chefe do FMI, Dominique Strauss-Kahn que renunciou ao cargo.

Consenso

Lagarde, que é ministra das Finanças da França, começará no novo posto em 5 de julho para um mandato de cinco anos.

A banca examinadora que entrevistou a ministra e o outro finalista, o chefe do Banco Central do México, Agustín Carstens, afirmou que os dois são bem qualificados para o posto.

A escolha de Lagarde, no entanto, foi feita por consenso.

O FMI tem cerca de 2,7 mil funcionários de mais de 140 nacionalidades. O órgão tem 187 países-membros.

Antes de assumir a pasta das Finanças da França, Christine Lagarde, 55 anos, foi ministra do Comércio Exterior e atuou como advogada trabalhista.

*Apresentação: Luisa Leme, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud